Contador de visitas

contador grátis

segunda-feira, junho 12, 2006


Constantemente temos nos deparado com pessoas que se dizem Umbandistas ou candomblezistas, mas que na realidade, pouco fazem para serem dignos deste maravilhoso mundo dos Encantados.

Muito temos ouvido falar em direitos à pessoa e Liberdade de Culto, mas nos calamos quando somos atacados veementemente por nossos Algozes. Até quando suportaremos a injustiça da calúnia contra nossos antepassados e assim, contra nós mesmos?

Encontramos muitas casas sérias que não conseguem realizarem seus cultos de forma satisfatória, dado às perseguições que sofremos. Temos que dar um basta nessas perseguições e calunias, afinal somos ou não Cidadãos?

Nossos mestres devem estar se envergonhando de nossas atitudes, pois em vez de nos dirigirmos de encontro aos nossos direitos, perdemos precioso tempo, na calúnia entre nosso meio. Será que foi para isso que tanto sofreram e dedicaram até mesmo suas vidas; para verem seus preceitos serem massacrados e seu povo desunido, perdido na calúnia e brigas interiores?

Vamos irmãos, vamos nos unir em prol de nossa fé e de nosso amor por nossos Orixás; isso é o que esperam de nós!

Tatetú N’inkisi Lambaranguange, Odé Mutaloiá.

Tel: 0 (XX) 27- 3282-1860

odemutaloia@hotmail.com

Um comentário:

  1. por sua digina pude perceber que sua nasção é angola ;a mesma nasção que fui iniciada,aos 1 ano e 8 meses de nascida.suas palavras tem muito em comum,com minha pessoa.As vezes fico triste,por-que durante 43 anos de santo,nesse percurço de minha amada vida,a maioria das pessoas pençao que sou uma especie de Deus.naõ me veem como um ser humano,que tambem tem problemas e muitas vezes, mais do que os proprios consulentes.Temos que saber administrar,não desisti até hoje,por-que o amor que tenho pelos amados Orixas é muito grande.Porem a perceguição que enfrento não é brincadeira.Os Orixas são amor paz cinceridade.Mas a maioria das pessoas são falta de compreenção,ódio e falcidade e jogo de interesses. Que meu pai Oxalá me dê forças para continuar essa missão tão linda e ardúa.colofé babalorixá.

    ResponderExcluir