Contador de visitas

contador grátis

quarta-feira, outubro 21, 2009

OS RITUAIS, PERTENCEM AOS INICIADOS

É muito comum, vermos pessoas se anunciando como jogadores de búzios, que realizam oferendas aos orixás entre as quais, até mesmo oferecem holocausto. O problema é que existe um número cada vez maior de pessoas que não são feitas, e que saem por aí fazendo artimanhas com intuito apenas de ganhar dinheiro fácil.

Isso é um erro! O oráculo de Ifá, somente deve ser manuseado por pessoas feitas e com suas obrigações em dia. Os rituais somente podem ser feitos por aqueles que receberam seus direitos sacerdotais, e não por qualquer um que se aventure por esses caminhos.

A desmoralização de nossa religião é grande com esses acontecimentos, afinal, de que serviu então, todo o sacrifício nosso, e de nossos mais velhos, para que pudessem atuar com sacerdotes e sacerdotisas? Seria por acaso, o segredo dos Orixás algo tão insignificante para que alguns ajam com tanto menoscabo? Posso garantir que nossos segredos são na realidade, dignos de todo respeito e de toda reverência, pois que, lidamos com seres que governam a natureza e com segredos milenares.

Essas pessoas que agem como zeladores sem nunca terem passados por nossos preceitos, são ridículas, imbecis e merecem ser denunciados por charlatanismo. Uma vez que tão somente tentam o enriquecimento ilícito. Jamais um verdadeiro sacerdote, anuncia aos quatro ventos coisas como: “trago seu amor de volta em três dias, realizo todo tipo de trabalho”, pois que seus clientes o indicam a outros e assim por diante, formando uma grande ramificação de pessoas que são tratadas em suas casas.

Outros, umbandistas, saem por aí, cantando cantigas de candomblé em seus trabalhos, sem se importarem ao menos em saber o que cantam. Já soube até mesmo de Orixá que vira em cantiga de Umbanda! Não que a Umbanda não mereça respeito, ao contrário, quando praticada com verdade e seriedade, é um ritual lindo de se ver e de se participar. Certa vez estava em uma determinada casa eu ouvi um exú cantar: “Deus lhe pague, Deus lhe ajude, Deus lhe de felicidade e saúde”. Aqueles que são feitos, sabem que esta é uma cantiga dos caboclos de nação, em agradecimento por algo que recebem nas casas quando lá estão.

Já tomei conhecimento de pessoas que nunca foram feitas, e que até mesmo sacrifício de bichos oferecem aos Orixás. Isso é um absurdo! Se por ventura, você, meu irmão ou minha irmã, foi vitima de uma pessoa assim, não pense duas vezes: denuncie na federação e exija que a mesma tome providencia, leve ao conhecimento dessas autoridades o ocorrido, que com certeza a pessoa sofrerá as sanções previstas para esse caso.

Nossos rituais, são sagrados e somente pertencem aos iniciados que possuem já, o direito de interagirem junto aos Orixás em prol de alguém, e esse direito se dá com o recebimento do Deká, ou da obrigação de sete anos, como é mais conhecida.

Não tema, denuncie, pois somente assim conseguiremos moralizar nossa tão amada religião.

Sérgio Silveira, Tatetú N’Inkisi: Odé Mutaloiá.

odemutaloia@hotmail.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário