Contador de visitas

contador grátis

quarta-feira, maio 26, 2010

A FÉ SE PROVA NAS MAIORES DIFICULDADES

A fé é algo que muitos propagam, mas poucos a possuem de fato. Entre minhas jornadas como zelador de Orixá, encontrei pessoas que proclamavam fé aos quatro cantos, juravam uma fidelidade máxima e perpétua ao Santo, diziam que sempre estariam com seu coração voltado para o Axé Orixá e que nada os faria mudar sua opinião.

Mas, confesso que bem poucos encontrei que realmente tinham a tal fé professada. O problema é que a maioria das pessoas têm a fé enquanto estão com dinheiro no bolso, quando se encontram sem maiores dificuldades. Mas, basta à vida impor um daqueles momentos difíceis aos quais todos nós estamos sujeitos, e vemos a fé desmoronar, como uma barreira sob forte chuva.

São pessoas que na verdade nunca tiveram fé real, que apenas professavam as palavras sem o mínimo de noção do que é ter fé. Muitas vezes a vida nos impõe coisas que nem mesmo os Orixás podem retirar. Aparecem-nos obstáculos que por mais que um zelador intervenha, a dificuldade parece só aumentar.

Nesse momento é que temos que provar nossa fé realmente. Deus em sua infinita sabedoria nos põe a prova milhares de vezes em nossa vida. Nos testa, deixa-nos sofrer, e nesse momento achamos injusto tanta dor, tanta dificuldade, pois, demos tudo que o Orixá pediu, e ainda assim sofremos as intempéries da vida!

Achamos injusto porque na verdade, nunca estivemos prontos para as dificuldades, porque achamos que com nossas obrigações dadas, simplesmente nossa vida seria mais fácil. Aí, justamente nesse momento é que colocamos tudo a perder. Não encaramos que somos antes de tudo, seres humanos e como tal, sujeitos a todos os tipos de mazelas.

Temos que aprender a encarar nossa religião, como religião somente e não como uma varinha mágica que a tudo transformará. Se temos uma fé convicta, nada nesse mundo nos abalará e por mais que estejamos sofrendo, aí sim, é que nos voltaremos cada vez mais para o Santo.

Nos momentos difíceis é que temos que nos encontrar com toda a fé que professamos, que temos que demonstrar o amor por Deus, por nosso Santo, por nossos Guias, e até mesmo pelas pessoas, afinal amar sem dificuldades, qualquer um é capaz.

Nunca soube que em toda a história do candomblé ou da Umbanda, ou de qualquer outro seguimento das religiões africanas, nos foi prometido, dias sem chuva, noites sem tristezas, vida sem morte. Ao contrário: nos é ensinado que quanto mais fizermos para o Santo mais estamos sujeitos a sofrer, pois as pessoas boas, que amam a Deus e seus Ministros, que obedecem as leis Divinas, são constantemente atacadas pelas forças do mal.

Se deitamos com amor em nosso coração e, nos levantamos coma certeza de que em mais um dia, Deus e nossos Orixás estarão conosco, mais rápido superaremos as nossas dificuldades.

Digo tudo isso, como ser humano que lutou, sofreu e nos momentos difíceis fraquejou, se revoltou com as dificuldades. Mas, após a tempestade, vi que somente a fé e o amor incondicionais, me fariam superar os obstáculos.

Aprendi um ditado chinês que assim diz:

“certo dia, o servo chegou para seu amo e disse: “senhor, seus bois e vacas morreram, sobrou somente um boi e uma vaca e a plantação' Então seu senhor respondeu: “que bom que sobrou um boi e uma vaca, pois assim podemos recomeçar, afinal ainda temos também as plantações”. No segundo dia o mesmo servo disse: “senhor morreram o único boi e a única vaca que sobraram”. O senhor respondeu: “que bom, pois ainda temos a plantação”. Porém, no terceiro dia o servo retornou e disse: “senhor, o senhor está acabado, pois além de terem morrido todos seus animais, sua plantação acabou, pois caiu um raio e a tudo incendiou.” Então, o senhor olhou para seu servo e respondeu sem perder a calma: “QUE BOM QUE TUDO ACABOU, POIS CHEGOU O MOMENTO DE RECOMEÇARMOS”!

Essas palavras muito me foram úteis em um dia de minha vida, e espero que possa ser útil para mais alguém, pois, a cada dor que passamos, nosso Orixá passa conosco, a cada lágrima que derramamos, nosso Orixá está conosco, e nunca nos desampara, nós, é que nos afastamos deles, nos revoltamos e assim damos força ao inimigo para nos ver cair.

Mantenha sua fé independente do que estiver passando. Ame a Deus e seu Orixá de forma incondicional, sem nada pedir em troca, e verá que as coisas se transformam, mesmo que dure um tempo.

Lembre-se de que; nos momentos difíceis é que mostramos nossa fé!

Um axé para todos.

Sérgio Silveira, Tatetú N’Inkisi: Odé Mutaloiá.








Nenhum comentário:

Postar um comentário